sexta-feira, 25 de abril de 2014

25 de Abril - Dia da Libertaçao


Bom dia!
Imagem Web

Hoje é feriado aqui na Itália. Sinto muito dar esta noticia, mas é assim.

Se comemora a Libertação da Itália do Domínio Alemão. Mas vamos por parte.

Quando eu fiz o colegial a mateira historia era um monte de datas, fatos, nomes, a linha do tempo, etc. Sinceramente eu sentia tudo isso muito longe de mim, seja no tempo, como distancia física da Europa.  Fica difícil imaginar, pensar, a gente estuda, passa na prova e arquiva.

Mas morando aqui o impacto com a segunda guerra mundial é completamente diferente, visivamente falando e nas pessoas que se encontram e contam o que passaram neste período.

Eu entendi isso quando me casei, em 1996 em Roma. Quando terminou a cerimonia do casamento algumas pessoas vieram me comprimentar, e no meio dessas um senhor me disse: "Sabe, eu nunca beijei uma brasileira, posso te comprimentar?" Eu olhei nos olhos dessa pessoa, sorri e disse de sim, foi quando ele levantou os braços para me abraçar e da sua manga da camisa pude ver tatuado uma serie de números.

Imagem Web
Não posso mentir que tive uma certa curiosidade em saber quem era aquele senhor. Quando pude pedi informações.

Bem, aquele senhor era medico, mas durante a segunda guerra mundial ele foi prisioneiro num campo de concentraçao por ser judeu.

Essa era a sua grande culpa da época, ser judeu.

Depois de algum tempo eu re-encontrei esta senhor e tive a oportunidade de conversar com ele, e me contou que esteve mais de 1 ano no campo de concentraçao, como era a vida la' (se si pode dizer vida, não é a palavra exata), e que conseguiu sobreviver, mas muitos dos seus parentes não. Passados muitos anos me disse que não conseguia dormir mais de duas horas por noite. Durante a noite os fantasmas do campo de concentraçao  vinham lhe visitar.

Imagem Web
Quanto a tatuagem, ele deixava bem amostra para que os jovens pudessem reconhecer, entender e nunca mais aceitar uma outra barbaridade dessa.

Este senhor ficou nas minhas lembranças. Embora a Itália tenha conseguido se libertar da guerra, as suas vitimas não conseguiram se libertar das torturas passadas.


Esta imagem de jornal é muito interessante, era o jornal do dia 25 de abril de 1945. Na Itália se iniciava o processo de libertação, começando da cidade de Milão e Turim. Para prosseguir dia- dia nas outras cidades. Se respirava um ar de liberdade, de reconstrução, de uma nova Itália.

Vivendo aqui entendi a importância da Historia, que não è somente fatos, datas, nomes de pessoas, lugares, mas é sobre tudo Memoria!!!!!!!!! Para nunca mais acontecer, para que os jovens nunca devam passar pela guerra, e quanto somos abençoados no Brasil por nunca ter passado por uma situação de guerra.

Deixo o anuncio original da declaração de libertação da Itália no dia 25 de abril de 1945:

« Cittadini, lavoratori! Sciopero generale contro l'occupazione tedesca, contro la guerra fascista, per la salvezza delle nostre terre, delle nostre case, delle nostre officine. Come a Genova e a Torino, ponete i tedeschi di fronte al dilemma: arrendersi o perire. » *

Proclamada por Sandro Pertini, que fazia parte do Comitado da Libertação da Alta Itália.

O importante da historia é entender os fatos, ver o passado e construir um futuro melhor.

Bom dia

Thais

4 comentários:

  1. Olá minha querida!
    Amei o seu novo blog, parabéns pelas matérias, muito bom conteúdo.
    Aproveite o feriado eu vou viajar com suas postagens, rsrs.

    Bjs, sucessos sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida.
      Obrigada pela força, pela tua amizade.
      Um abraço.

      Excluir
  2. Ciao bella,
    É uma realidade diferente e distante para a maioria dos brasileiros. Eu nasci e cresci no Rio Grande do Sul, lá muitos imigrantes mantém viva esta memória e mostram que temos muito mais a aprender com pessoas do que o que nos ensinam em livros de história.
    Estou adorando ler seu novo blog, gosto muito do outro também, mas ele me deixa com Fome!!
    Bacione

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Thais
      Os italiano que imigram sao diferentes dos que ficam na propria terra.... percebi muito bem isso...
      Passar por turismo é uma coisa, mas viver é completamente diferente.
      Essas experiencias de vida, nenhum livro de historia conta....
      Um abraço e obrigada.

      Excluir

Agradeço muito pelo teu comentàrio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...